TRE reprova candidatura avulsa de Chico Preto ao Senado pelo Amazonas

O ex-vereador ainda pode recorrer da decisão.Por meio das suas redes sociais, Chico Preto se manifestou e indicou que vai recorrer até ter sua candidatura aprovada pela Justiça Eleitoral.

A candidatura avulsa de Chico Preto (Avante) ao Senado foi indeferida, nesta terça-feira (30), em decisão tomada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM). O pedido de registro foi negado após voto do desembargador eleitoral Kon Tsi Wang, que confirmou Coronel Menezes (PL) como o candidato da coligação “Aqui é Trabalho”.

De acordo com o desembargador, Chico Preto não cumpriu com os requisitos para ter a candidatura a avulsa aprovada: não ter sido escolhido por seu partido para disputar ao cargo e também pela não apresentação de documentos exigidos. O ex-vereador ainda pode recorrer da decisão.Por meio das suas redes sociais, Chico Preto se manifestou e indicou que vai recorrer até ter sua candidatura aprovada pela Justiça Eleitoral.

“O Tribunal entendeu de uma maneira, mas nós vamos recorrer porque eu decidi enfrentar. Eu decidi lutar contra os coronéis da política amazonense que, desde o início, fazem de tudo para tirar a minha candidatura de tempo. Esse é um comunicado oficial e, eu digo a vocês, a campanha segue compartilhando e comentando e nós não desistiremos e vamos até o fim por Justiça”, declarou Chico Preto.

Fonte Amazonas Digital

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *