Traição motivou morte de sargento do Exército em Manaus, aponta polícia

Uma das testemunhas confirmou à polícia que Lucas Ramon era envolvido com uma mulher casada

Manaus (AM) – As investigações sobre o assassinato do sargento Lucas Ramon Silva Guimarães, 29, ganharam força nesta sexta-feira (3), após a equipe de investigação da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) ouvir testemunhas sobre o crime.

Segundo os depoimentos, Lucas Ramon tinha um temperamento explosivo e gostava de relacionamentos fora do casamento com a médica Elza Gonçalves, uma das herdeiras do Hospital Santa Júlia, onde autua como diretora da unidade particular.

Uma das testemunhas confirmou à polícia que Lucas Ramon era envolvido com uma mulher casada, que é enfermeira. Após descobrir a traição, o marido [peixe grande] contratou um pistoleiro para assassinar o militar.

Amigos mais próximos do casal confirmaram o relacionamento extraconjugal. Imagens do circuito de segurança do estabelecimento Mizes Café, que mostra a ação do assassino, foram divulgadas pela DEHS para ajudar na busca pelo autor.

Fonte: Diário Manauara

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *