Tragédia: candidato a deputado federal morre em grave acidente voltando de campanha no interior

A ocorrência foi registrada por volta das 22h no km 246 da rodovia. 

 Na noite dessa terça-feira (23), o advogado Antonio Claudemir Weck, de 58 anos, que concorria ao cargo de deputado federal pelo PSC, morreu em um grave acidente na BR-116, em São Leopoldo, no Vale dos Sinos. A ocorrência foi registrada por volta das 22h no km 246 da rodovia. 

Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente envolveu um ônibus de turismo, um Focus e um Vectra, que trafegavam em direção à Capital, e uma caminhonete Trailblazer, que se deslocava no sentido Interior. O ônibus perdeu a roda traseira esquerda, soltando dois pneus. 

Um dos pneus ficou na via em que o ônibus andava, no sentido Interior-Capital. Os dois carros que trafegavam atrás colidiram nessa roda. 

O outro pneu, entretanto, atravessou a rodovia na direção contrária, de onde vinha a caminhonete, que saiu da pista. O veículo, conduzido por Weck, capotou, e o candidato morreu no local. Os demais envolvidos não se feriram.

Após a confirmação da identidade de Weck, amigos, familiares e correligionários do advogado estiveram no local do acidente durante a madrugada desta quarta-feira (24). Conforme um membro da campanha, o candidato a deputado federal voltava de uma agenda eleitoral em Canoas, na Região Metropolitana.

Antonio Weck era natural de Porto Alegre e atuava como advogado e empresário. Ele deixa a esposa e duas filhas. Em redes sociais, Weck se identificava como cristão. Formado em Direito pela Unisinos, era especialista em Direito e Economia, em Direito Civil e também foi professor universitário. Aos 57 anos, ingressou na política. Aos 58, concorria ao cargo de deputado federal pelo PSC nas eleições deste ano.

Fonte: CM7

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *