Suspeito de matar servidora do TRT em Manaus tem prisão preventiva decretada

O crime ocorreu no bairro Ponta Negra, na Zona Oeste de Manaus

O agente de portaria Caio Claudino, suspeito de matar a servidora do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), Silvanilde Ferreira, no condomínio Gran Vista, teve a prisão temporária convertida para preventiva.  O crime ocorreu no bairro Ponta Negra, na Zona Oeste de Manaus

O homem está preso desde o dia 31 de maio, quando foi detido suspeito de entrar no apartamento da servidora para cometer o crime. Ele foi visto saindo do local com as roupas sujas de sangue. 

No mesmo dia da prisão, Caio confessou o crime à polícia e à imprensa e alegou que estava sob efeito de drogas quando cometeu o assassinato e enfatizou que a morte foi um “acidente”. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *