Manaus finaliza plano de contingência para o manejo de casos de varíola dos macacos

Baseado no cenário epidemiológico de Emergência em Saúde Pública de Interesse Internacional (Espi), a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) finalizou o Plano de Contingência Municipal para Infecção Humana da Monkeypox (Varíola dos Macacos).

Baseado no cenário epidemiológico de Emergência em Saúde Pública de Interesse Internacional (Espi), a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) finalizou o Plano de Contingência Municipal para Infecção Humana da Monkeypox (Varíola dos Macacos).

Segundo a secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, o plano descreve as estratégias e medidas efetivas para a prevenção, manejo e controle da doença, orientando profissionais que atuam na vigilância e assistência na rede municipal, reduzindo os impactos da doença para a saúde da população.

O Amazonas, de acordo com dados do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs/Manaus), já registrava até quarta-feira (24), 15 casos confirmados da doença, além de 17 casos suspeitos ainda em investigação. O município de Manaus registrou o primeiro caso da doença no dia 27 de julho. Em todos os casos suspeitos e confirmados na capital, os técnicos de vigilância dos Distritos de Saúde (Disas) e do Cievs/Manaus, mantém o monitoramento de pacientes e seus contatos íntimos.

O Plano de Contingência Municipal para a Monkeypox ficará disponibilizado no site da Semsa (semsa.manaus.am.gov.br ) e será divulgado em toda a rede assistencial, pública e privada. 

Fonte: Semsa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *