Homem suspeito de matar ex-namorada é preso em motel em MG

Segundo informações da Polícia Militar (PM) à TV Globo, após uma denúncia, o homem foi encontrado em um quarto de um motel no bairro Cinquentenário, também na capital mineira. Ele reagiu à prisão e precisou ser imobilizado e algemado.

Thales Thomás do Vale, de 29 anos, suspeito de matar a ex-namorada Emilly Luíza Ferrete Fernandes, de 25 anos, na Região do Barreiro, em Belo Horizonte (MG), foi preso nesta sexta-feira, 5.

Segundo informações da Polícia Militar (PM) à TV Globo, após uma denúncia, o homem foi encontrado em um quarto de um motel no bairro Cinquentenário, também na capital mineira. Ele reagiu à prisão e precisou ser imobilizado e algemado.

“A prisão causou algumas escoriações e ele foi atendido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Neste quarto de motel foi apreendido com ele certa porção de maconha. Depois que cometeu o feminicídio, ele evadiu e se hospedou nesse motel por volta das 15h ficando até hoje”, explicou o subtenente Antônio Honorato, do 5º Batalhão de PM.

“Ele assumiu a prática do crime, alegou que não foi por causa do término do relacionamento. No dia anterior, a Emilly estava na companhia dele, na casa dele e eles tiveram uma discussão por causa de ciúmes. No dia seguinte, ele foi tentar reatar o namoro”, contou ainda o subtenente ao veículo.

Durante a prisão, o tênis do rapaz com manchas de sangue também foi apreendido. Ele não contou onde escondeu a faca usada para matar a ex-namorada.

Ao sair de um batalhão da PM para ser levado a delegacia, Thales disse que estava arrependido do crime. “Estou arrependido. Fui covarde.”

O crime

Emilly foi morta na última quinta-feira, 4. Ela estava em casa quando foi atacada pelo ex-namorado com uma faca.


“O portão de casa estava só com o cadeado passado. [Ele chegou] começou a pedir desculpas para minha irmã, mas ela não aceitou. Ele entrou e eu fui pegar um pedaço de pau para defender eu e minha irmã, ele começou a desferir os golpes contra ela, muitas facadas, ela caiu no chão, eu tentei cair por cima dela”, relatou o irmão da vítima, de 16 anos, à emissora. Ele também foi atingido pelos golpes.


A jovem chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos. Emilly e Thales ficaram juntos por cerca de seis meses. De acordo com os familiares, ele mora nos Estados Unidos, mas estava no Brasil na casa de parentes.


Fonte: Terra

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *