Fevereiro Laranja: saiba quais são os sintomas iniciais da leucemia

Hematologista aponta as possíveis causas da doença e como ocorre o tratamento

A leucemia é uma doença que afeta a medula óssea, local de fabricação das células sanguíneas e ocupa o interior dos ossos. Isso ocorre quando as células sanguíneas normais são substituídas pelo acúmulo de células doentes.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), estima-se que 10 mil novos casos de leucemia sejam diagnosticados por ano. No mês de fevereiro, é realizada a campanha Fevereiro Laranja, que tem o propósito de conscientizar as pessoas sobre o diagnóstico precoce e tratamento da leucemia.

A hematologista do Sistema Hapvida, Hatsumi Iwamoto, explica como ocorre a leucemia nas pessoas. “É difícil estabelecer uma causa específica para a leucemia. Existem vários tipos de leucemia, e além de fatores genéticos, alguns tipos podem ter relação com exposição à radiação ionizante, quimioterapia prévia e até mesmo tabagismo. Mas na maior parte das vezes, os pacientes não apresentam nenhum fator de risco conhecido, portanto a maioria dos casos de leucemia não podem ser evitados”, destaca.

A médica ainda fala como o processo de tratamento é realizado com as pessoas diagnosticadas com leucemia. “Existem diferentes formas de tratamento, a depender do tipo de leucemia. Mas, na maioria das vezes, o tratamento é feito com quimioterapia, e em alguns casos é indicado o transplante de medula óssea. E durante o tratamento, pode ser necessário cuidar de infecções e receber transfusões sanguíneas”, finaliza.

Alguns sintomas podem ser um alerta para uma investigação sobre a leucemia como: palidez, cansaço, febre, aumento de gânglios, infecções persistentes ou recorrentes, hematomas, petéquias (pequenas manchas vermelhas ou marrons), sangramentos inexplicáveis, aumento do baço e do fígado. Na suspeita de leucemia, o paciente deverá fazer o exame de sangue e ser encaminhado para o hematologista, médico especialista em doenças do sangue.

Fevereiro Laranja

A leucemia é um câncer do sangue que pode surgir em qualquer pessoa, de qualquer idade, e é mais comum em crianças. Além de conscientizar sobre a doença, a campanha Fevereiro Laranja busca alertar sobre a importância da doação de medula óssea.

Ainda não há evidências científicas que deixem claro o que desencadeia a leucemia. Por isso, o diagnóstico precoce é a principal recomendação. Quando identificado e tratado logo no início, as chances de cura podem passar de 80%. A cor laranja é a escolhida para simbolizar e chamar atenção para a doença e a importância de se tornar um doador de medula óssea.

Sobre o Sistema Hapvida

Com mais de 7,4 milhões de clientes, o Sistema Hapvida hoje se posiciona como um dos maiores sistemas de saúde suplementar do Brasil presente em todas as regiões do país, gerando emprego e renda para a sociedade. Fazem parte do Sistema as operadoras do RN Saúde, Medical, Grupo São José Saúde, Grupo Promed, Premium Saúde, além da operadora Hapvida e da healthtech Maida. Atua com mais de 38 mil colaboradores diretos envolvidos na operação, mais de 15 mil médicos e mais de 15 mil dentistas. Os números superlativos mostram o sucesso de uma estratégia baseada na gestão direta da operação e nos constantes investimentos: atualmente são 49 hospitais, 203 clínicas médicas, 49 prontos atendimentos, 176 centros de diagnóstico por imagem e coleta laboratorial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *