Agressão contra deputado Cidade deve levar à cassação do prefeito de Borba

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE), Roberto Cidade (União Brasil), foi vítima de mais uma agressão contra o processo democrático, ao ser atingido por socos pelo prefeito de Borba, Simão Peixoto (PP), nesta sexta-feira (2).

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE), Roberto Cidade (União Brasil), foi vítima de mais uma agressão contra o processo democrático, ao ser atingido por socos pelo prefeito de Borba, Simão Peixoto (PP), nesta sexta-feira (2).

O parlamentar está em campanha para a reeleição, quando foi atacado pelo prefeito, que quebrou decoro do cargo e deverá ser alvo de pedido de impeachment na Câmara Municipal de Borba (a 151 quilômetros ao sul de Manaus).

O deputado Cidade registrou um Boletim de Ocorrência (BO) da agressão e repudiou todo e qualquer ato de violência que atinge o processo de democrático, que impõe o respeito às posições políticas contrárias e sem uso de força e violência contra cidadãos. O caso ocorreu no dia seguinte após a vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, ser alvo de um atentado de um radical, que foi amplamente repudiado.

“A respeito da agressão ocorrida na manhã desta sexta-feira, no município de Borba, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, deputado Roberto Cidade (União Brasil) informa que já registrou Boletim de Ocorrência e vai tomar todas as providências judiciais cabíveis. Em tempo, reforça seu posicionamento de repudiar qualquer tipo de violência”, diz nota do deputado.

Em nota, a Assembleia Legislativa lamentou o fato e informou que as medidas jurídicas estão sendo tomadas.

“A respeito da agressão ocorrida na manhã desta sexta-feira, no município de Borba, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, deputado Roberto Cidade (União Brasil) informa que já registrou Boletim de Ocorrência e vai tomar todas as providências judiciais cabíveis. Em tempo, reforça seu posicionamento de repudiar qualquer tipo de violência”, diz o texto.

Fonte Amazonas Digital

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *