Adélio Bispo pode ganhar liberdade quatro anos após dar facada em Bolsonaro

O prazo para a entrega do laudo é de 30 dias.

Adélio Bispo de Oliveira, responsável pelo atentado contra o presidente Jair Bolsonaro (PL) durante a campanha eleitoral de 2018, vai passar por uma nova perícia médica, que vai avaliar o quadro mental e a possibilidade de ganhar liberdade, nesta segunda-feira (25). O prazo para a entrega do laudo é de 30 dias.

O trabalho está previsto para iniciar pela manhã e se estender até o fim da tarde desta segunda. A nova perícia vai avaliar se o quadro mental do autor da facada ainda permanece o mesmo e se representa perigo para a sociedade. A data para a realização da nova perícia foi determinada pelo juiz federal Luiz Augusto Iamassaki Fiorentini, da 5ª Vara Federal de Campo Grande.

Conforme consta no comunicado, os peritos irão responder a quesitos apresentados pelo Ministério Público Federal e pela Defensoria Pública da União. Quando foi considerado inimputável em 2018, Adélio foi absolvido das acusações. No entanto, como medida de prevenção, permaneceu internado por tempo indeterminado.

De acordo com a sentença, foi determinado o prazo mínimo de três anos para que ele fosse submetido a uma nova perícia. O juiz solicitou a intimação do diretor do Presídio Federal de Campo Grande para providenciar o que for necessário para a realização da perícia. Também foram intimados o MPF e a DPU, para ciência e, se necessário, informarem os assistentes técnicos.

(*) Com informações do Uol

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *