Seleção feminina goleia em segundo amistoso contra África do Sul

Seleção feminina goleia em segundo amistoso contra África do Sul

A seleção feminina de futebol atropelou a África do Sul no segundo amistoso entre as equipes. Nesta segunda-feira (5), as brasileiras golearam por 6 a 0 no estádio Moses Mabhida, na cidade sul-africana de Durban. Na última sexta-feira (2), na capital Johanesburgo, a vitória do Brasil foi por 3 a 0.

A técnica Pia Sundhage promoveu três mudanças no time titular, em comparação com o jogo anterior. As meias Duda Sampaio e Kerolin e a atacante Geyse deram lugar, respectivamente, a Duda Francelino, Jaqueline e Bia Zaneratto. A linha defensiva foi mesma, com a goleira Lorena, Antonia e Tamires nas laterais e Rafaelle e Kathellen na zaga. Ary Borges se manteve na cabeça de área, com as atacantes Adriana e Debinha mais à frente.

Apesar de balançar as redes duas vezes, a seleção pouco fez no primeiro tempo, repetindo erros de passes que irritaram Pia no jogo anterior. O primeiro gol saiu em um equívoco na saída de bola da goleira Kaylin Swart, que Adriana aproveitou, logo aos quatro minutos. Aos 45, Antônia lançou Debinha pela direita. A camisa 9 se antecipou à arqueira sul-africana e marcou por cobertura.

O início de segundo tempo brasileiro foi diferente, com mais intensidade e eficácia. Aos dois minutos, Bia Zaneratto dominou a bola após novo erro de Swart e foi derrubada na área pela própria goleira. A atacante cobrou e fez o terceiro da equipe canarinho. Quatro minutos depois, Debinha finalizou cruzado e a goleira defendeu com o pé, mas Duda Francelino, na sobra, ampliou a vantagem. Aos 13, Debinha bateu falta pela esquerda, Bia Zaneratto desviou e Kathellen completou para as redes.

Com o placar dilatado e as treinadoras mexendo nas equipes, o jogo caiu de ritmo. Mesmo assim, as brasileiras mantiveram o controle das ações e ainda chegaram ao sexto, aos 36, novamente com Debinha. A camisa 9, artilheira do Brasil desde que Pia assumiu a seleção, em 2019, aproveitou cruzamento de Kerolin pela esquerda e cabeceou no canto de Swart.

A equipe canarinho ainda balançou as redes mais duas vezes, mas os lances de Kerolin (falta) e da atacante Ludmilla (impedimento mal marcado) foram invalidados. Ambas tiveram nova chance de ampliar aos 44, na mesma jogada, mas pararam na goleira e na trave.

O próximo período voltado a partidas entre seleções femininas será entre 3 e 11 de outubro. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ainda não divulgou contra quem o Brasil jogará.

Agência Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *